5 Atitudes para Superar uma Crença Limitante

30.05.2017
Crie seu futuro – 728 x 90

Para realizar grandes conquistas, devemos não apenas agir, mas também sonhar; não apenas planejar, mas também acreditar. Anatole France

No último artigo publicado no Portal, falei sobre como o fenômeno do “desemprego por desalento” é um conceito de pesquisa sobre desemprego realizada no País e está afetando as pessoas que querem emprego, mas não saem para procurar por acreditarem que não há oportunidades.

Hoje, vamos falar sobre 5 atitudes que podemos adotar para combater esses pensamentos, ou crenças limitantes, de que as coisas não podem ser diferentes.

Existem várias maneiras de superarmos os desafios. Ler um bom livro, meditar, fazer atividades físicas, beber muita água e buscar alternativas ajudam muito.

Para combater crenças e pensamentos negativos, é preciso investigar, mudar o mindset, exercitar a gratidão e parar de reclamar, agir e planejar.  

Essas 5 atitudes são importantes porque ajudam a mudar a perspectiva sobre o que acreditamos e é o que usei para mudar alguns pensamentos negativos e ainda uso quando me vejo diante de alguma crença limitante. Nos processos de coaching,  a investigação e o trabalho com os pensamentos fazem parte do preparo do Coachee para alcançar  tudo o que deseja.

Então, vamos às dicas:

Procure saber se sua crença equivale à realidade

Primeiro investigue se a sua crença limitante de que não há oportunidades melhores é realista. Volta e meia os jornais estão anunciando que existem inúmeras vagas sem preenchimento no mercado porque demandam algum tipo de habilidade. Ou seja, oportunidades existem.

No processo de investigação do pensamento, uma boa dica é identificar as pessoas que, mesmo diante da crise, ou de uma situação semelhante a sua, conseguiram novos empregos, mudaram de carreira, conseguiram aquela promoção, ou estão empreendendo e colhendo bons resultados. Existe e não é porque elas são mais sortudas que você. Com certeza, fizeram algo diferente do que você imagina ou está com disposição para fazer. Então, a questão aí não será a falta de oportunidade.

Quando acreditamos que as coisas não podem mudar, olhar em volta e perceber que outras pessoas conseguiram nos ajuda não só a enxergar que é possível, como também a identificar o que os outros fizeram para conseguir alcançar aquilo que também almejamos e não achamos que é possível devido a uma crença limitante.

Cuidado só para não achar que o outro conseguiu porque é isto ou aquilo. Como se diz, não compare seus bastidores com o palco do outro.

“O importante é não parar de questionar.” Albert Einstein

Mude sua forma de pensar

Além de investigar e perceber que a situação não é exatamente como imaginamos, é preciso mudar o mindset. Ou seja, modifique a forma de pensar determinada situação. Às vezes, as coisas acontecem de forma desfavorável, o que não significa que tudo será ruim novamente ou que não haja outra solução. Acreditar que as coisas não precisam ser sempre do mesmo jeito ou que, mesmo diante da crise, há oportunidades, é uma mudança de minsdset.

Para isso, o ideal é desafiar esses pensamentos que nos limitam com questionamentos. Eu adoto e tenho obtido muito resultado com o “The Work”, da Byron Katie, que nos ajuda a quebrar as crenças limitantes com 4 perguntas: Isso é verdade? Você tem absoluta certeza de que isso é verdade? Quais as evidências de que é verdade? Se você pensar ao contrário, quais são as evidências?

Eu acredito e as pesquisas e autores de desenvolvimento pessoal nos mostram que, quando tomamos consciência de que uma ideia, ou um pensamento, não significa necessariamente aquilo que estamos achando, abrimos o caminho para novas possibilidades e conseguimos agir.

Então, combata uma crença limitante com desafios e perguntas sobre a sua veracidade e busque as evidências.

“Nossa felicidade e nosso bem-estar emocional, em qualquer momento, podem ser conectados diretamente à quantidade de gratidão que constantemente presenciamos e nos permitimos sentir.” Hal Erold

Seja grato!

Exercitar a gratidão também é poderoso. Quando agradecemos o que já conquistamos e reconhecemos tudo de bom que temos, parece que tudo fica mais claro. Saímos da lamentação e do mimimi  e, então, nosso cérebro começa a perceber coisas que não estávamos enxergando, inclusive as oportunidades.

Então, pare de reclamar, pois a reclamação só atrapalha, e comece a ter gratidão e reconhecer tudo de bom que existe na sua vida.

“No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade.” Albert Einstein

Faça acontecer, não fique esperando

Agir é essencial. Um simples passo pode abrir os caminhos. Lamentar, sentar no chão e chorar não vai adiantar. Busque novas alternativas, use a criatividade e procure algo diferente.

Por exemplo, se o mercado ou o que você deseja exige novas habilidades, procure desenvolvê-las. Hoje não há desculpa para deixar de aprender coisas novas. Existem os mais variados cursos até mesmo gratuitos na internet.

Não adianta querer que as coisas se alterem, sem uma mudança de atitudes e sem ação. Como diz Goethe em  “O Poder do Comprometimento”,  atribuído a ele, quando nos comprometemos com o que queremos e nos colocamos em movimento,  a providência divina começa a agir. Aí:

“Todo um fluir de acontecimentos surge a nosso favor como resultado da decisão, todas as formas imprevistas de coincidências, encontros e ajuda material que nenhum homem jamais poderia ter sonhado encontrar em seu caminho”

“Boa sorte é o que acontece quando a oportunidade encontra o planejamento.” Thomas Edison

Planeje, escrava seus planos!

Por fim, planejar no papel o que queremos fazer também é uma boa forma de dar certo. Quando escrevemos, criamos metas específicas, motivadas por nosso grande porquê, com ações determinadas em um tempo específico. Fica muito mais fácil realizar e alcançar o que desejamos, pois o nosso cérebro começa a agir para encontrar novas soluções para uma crença limitante e nos ajuda a alcançar o que queremos.

Então, para superar esse desalento, agradeça e reconheça o que já e conquistou até hoje, investigue, use a criatividade, abra-se para as novas oportunidades, busque alternativas, acredite que é possível, comprometa-se com você, planeje e comece a agir em direção ao que quer.

Seja persistente e livre-se de pensamentos que não são reais e só servem para limitar a sua vida e a sua felicidade.

Faz sentido para você?

Experimente!

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *