A Relação Entre Gratidão e Felicidade

07.11.2017
Crie seu futuro – 728 x 90

Como disse Albert Clarke:

“Nas nossas vidas diárias, devemos ver que não é a felicidade que nos faz agradecidos, mas a gratidão é que nos faz felizes”.

É muito comum, nos tempos atuais, ver pessoas colocando no futuro a responsabilidade de trazer a tão desejada felicidade, adiando esse estado para quando algo se realizar, acontecer ou um objetivo se alcançar: quando eu comprar aquela casa, quando eu me formar na faculdade, quando fizer tal viagem, enfim…

Mas a felicidade é o caminho, não o fim. E a melhor forma de ser feliz no hoje é colocar gratidão em nosso dia a dia. Afinal, a gente não precisa ter ou ser tudo o que quer para ser feliz.

Gratidão é felicidade, é colocar o foco na bênção, é olhar para o que é bom, para o que é belo. É perceber o que traz satisfação, é mudar a perspectiva e olhar por outro ângulo. É reconhecer a oportunidade de aprendizado e cura até mesmo em uma situação ruim.  

E a boa notícia é que a gratidão se aprende praticando. Por isso, trouxe 2 exercícios simples, mas muito eficazes para você inserir a gratidão em sua vida.

Caderno da Gratidão

Para isso, você vai precisar de um caderno, que vai ser o seu Caderno da Gratidão. Sem frescuras, sem exigências. Pode ser qualquer caderno, de qualquer tamanho, qualquer capa, usado ou não (não faça da necessidade de um caderno um motivo para adiar o início dessas práticas).

O primeiro exercício é listar tudo pelo qual você é grato, todas as bênçãos que já recebeu na vida. E se não recordar tudo de uma só vez, não tem problema! Essa é uma lista permanente e estará sempre em construção, conforme você for lembrando, vai completando a relação. Pode ser aquele brinquedo que você ganhou na infância, aquela ligação que recebeu, o dia em que entrou na faculdade etc.

Reconheça suas bênçãos

O outro exercício é começar e terminar seu dia agradecendo. Pela manhã você pode, logo que acordar, reconhecer as bênçãos até aquele momento, por exemplo de um novo dia que nasce. E, antes de dormir, escreva no seu caderno da gratidão os motivos pelo qual você pode ser grato naquele dia. Vamos definir um mínimo de 3 motivos para começar e tente não repeti-los todos os dias.

Mas tem ainda uma dica valiosa! Ao realizar esses exercícios, é importante também escrever os porquês de ser grato por cada situação. Isso para sairmos um pouco da superficialidade, e realmente exercitarmos a gratidão. Não adianta apenas saber pelo que se é grato, mas porque é grato. É importante colocar atenção plena durante os exercícios e entender o que se sente.

O começo pode ser difícil, mas com a prática diária, você vai ter mais facilidade para identificar situações pelas quais agradecer. Lembre-se: gratidão é treino!

Olhe ao seu redor, pratique a gratidão! Cada vez mais você vai perceber e enxergar a beleza e a abundância do Universo.

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie seu fututo – 914×172