Aprenda a Superar os Desafios

18.12.2017

Você quer enfrentar os obstáculos ou desafios da vida com mais tranquilidade?

Hoje, eu vou contar o que descobri para conseguir superar e ultrapassar alguns desafios de maneira bem menos dolorosa.

Em meados de maio de 2017 fui fazer uma imersão profunda de quatro dias no Advanced Practitioner da Abracoaching e eu literalmente senti o poder do coaching e tive muitos insights e aprendizados.

Eu acredito que o nosso processo de evolução e melhora é uma constante. E, para me tornar uma pessoa e uma coach melhor, é preciso aceitar e experimentar algumas mudanças.

Porém, para que possamos mudar, é preciso nos entregar ao processo, aos fatos da vida, a tudo que acontece para que encontremos a solução. Isto significa deixar o vitimismo, o mimimi, o controle e a resposta certa sobre o como de lado e dar um primeiro passo.

Foi exatamente o que eu fiz e coisas incríveis aconteceram desde então.

Antes de ir para o treinamento, eu não estava me sentindo muito bem e estava bem preocupada com o desenvolvimento da minha carreira que ainda não chegou ao patamar que eu gostaria. Então, uma semana antes eu comecei a falar para mim mesma que eu me entregava à vida, ao treinamento e às transformações que estavam por vir para que eu pudesse realmente alcançar tudo que eu queria. Eu dizia, eu me entrego ao processo. Virou quase um mantra naqueles dias.

Depois de passar sete dias intensos de treinamento e imersão, pude perceber quantos fatos haviam ocorrido para a minha efetiva mudança interna.

Observe o que está acontecendo na sua vida e identifique o que há de melhor para aprender

Os sinais que recebi começaram a chegar um dia antes de partir quando fui ao salão e a manicure simplesmente acabou com os meus dedos. Mas, mesmo sentindo dor, eu deixei que ela me machucasse muito. Ela tirou vários bifes até chegar ao nono dedo da minha mão (obs.: a manicure tira bife quando nos machuca com o alicate e a borda da unha começa a sangrar).

Somente na nona unha eu falei, sem brigar, que ela estava me machucando. Ela teve a coragem de falar comigo que não estava tirando “bife” enquanto minhas cutículas sangravam horrores. E eu retruquei. Se isso não for “bife”, eu não faço a mínima ideia do que seja um açougue, mas não briguei.  Como eu hoje evito alguns conflitos achei a pessoa incompetente e decidi que não mais voltaria no lugar. Por outro lado, me senti uma pateta…. embora eu saiba muito bem argumentar, fiquei com aquela ideia de que poderia parecer uma pessoa brigona, o que eu não queria fazer.

Foi aí que a ficha começou a cair e eu comecei a me perguntar. Como eu pude deixar a manicure me machucar tanto? E, ao invés de me sentir uma idiota completa e ficar me culpando, pensei: O que eu tenho que aprender com isso? O que ou quem eu estou deixando me machucar para não entrar em conflito? Qual é a mensagem?

Assim escrevendo e você lendo parece muito óbvio, não é? Só que não foi. Durante os quatro dias tive muitas reações até físicas, até as “minhas fichas” começarem a cair de verdade.

No último dia do treinamento em Niterói, uma pessoa incrível, o Kute Blackson, um Coach espetacular dos Estados Unidos, foi levado pela Paula Abreu para nos dar uma palestra simplesmente fenomenal.

Além de todos os ensinamentos sobre como ser a nossa melhor versão, ao final, ele revelou a dica de ouro para todos.

A entrega. A entrega ao impulso, ao Universo, a Deus, ao nosso propósito de vida, ao que acreditamos e a tudo para que possamos nos conectar com a nossa essência. Segundo ele, a entrega revela milagres e o grau de entrega vai determinar a sua liberdade. O Universo fará o resto.

Aquilo me chocou. Nós, nem o Bruno Juliani, nem ninguém sabia que haveria esta palestra. E, o que eu tinha me proposto uma semana antes tinha sido exatamente me entregar. E eu me lembrei de que já tinha ouvido a Paula Abreu falar sobre entrega mil e uma vezes, inclusive com relação ao nosso propósito de vida, o que me levou a me entregar antes de ir para Niterói.

E foi o que fiz. Entreguei-me de corpo, alma e deixei a emoção aflorar debaixo de muitas lágrimas durante o treinamento do Advanced.

E o que aconteceu?

Eu tive muitas respostas para muitas questões. Foi um turbilhão de ensinamentos e superação.  

E, incrivelmente, eu entendi uma grande lição com os “bifes” que a manicure tirou de mim e que me machucaram tanto.

Seja Protagonista da sua vida

Nós somos os únicos responsáveis por tudo aquilo que acontece conosco, que nos faz sofrer e nos impede de ir adiante. Mesmo me achando uma pessoa que não fica culpando a vida dos infortúnios e desafios, eu percebi que, na verdade, sim, em algumas situações eu estava deixando algumas coisas me machucarem por não assumir a minha responsabilidade e protagonismo diante da vida.

Senti-me curada, ou no mínimo alerta para isto, e, no fundo da minha alma, a única responsável por tudo que acontece comigo. E isto me dá uma força sem igual para seguir e realizar o que quero sem ser vítima de qualquer outra situação externa. De outro lado, esta consciência me mostrou a necessidade de turbinar a minha autoconfiança para realizar o que eu preciso.

Eu também posso dizer que pude ter vários insights porque simplesmente me entreguei ao processo da mudança, o que foi a cereja do bolo para tudo que aconteceu. Parei de reclamar e me sentir vítima e me entreguei ao Universo e a Deus.

Eu considero a expressão “Aceita que dói menos” muito feia…  Mas, pensando sobre o assunto, não encontrei algo que melhor expressasse a nossa necessidade de entrega e rendição quando estamos enfrentando alguns desafios na vida. Reclamar não traz a solução para ninguém e, contrariamente, nos impede de resolver os problemas.

Então, experimente fazer o mesmo. Pare de reclamar e de culpar as pessoas. Olhe para dentro e se pergunte o que precisa aprender com todas as situações, obstáculos e desafios que estão aparecendo na sua frente.  Experimente se sentir a única pessoa responsável por tudo que acontece com você.  Dê um primeiro e pequeno  passo e  se entregue ao Universo, a Deus, e sinta como as respostas e soluções virão até você “do nada”.   

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie seu fututo – 914×172