O Coaching na Humanidade

07.05.2017
Crie seu futuro – 728 x 90

O universo do coaching é fascinante, seja lá por qual ângulo nós o analisemos.

Isso pode parecer suspeito vindo de um coach, que apaixonado pelo que faz, pode estar pendendo a balança para o lado da sua paixão. Por isso, vamos nos aprofundar um pouco na prática do coaching para verificar se isso é exagero de minha parte. Não na teoria, mas na prática e nos resultados dela na vida do coach e dos coachees.

Um dos charmes da metodologia do coaching é que as chaves que abrem as portas da vida nova que o coachee deseja construir não estão na posse do coach, mas dentro do próprio coachee. Quase sempre estas chaves não estão tão evidentes e acessíveis e, por isso, ele próprio tem dificuldades em enxergá-las ou crer em sua existência.

Aí entra o coach, com suas técnicas, ferramentas e feeling, para guiar o coachee a encontrar estas chaves e decidir estrategicamente como usá-las para transformar em realidade uma vida que, até então, nunca tinha saído do imaginário.

Perceba que o coach não apanha o molho de chaves e aponta quais portas elas abrem, mas apenas torna evidente a sua presença para que o próprio coachee descubra o seu caminho.

Em todos os meus processos de coaching destino uma das sessões para traçar a missão do meu coachee, ou seja, para trazer para o consciente e materializar em um quadro aquilo que o faz querer levantar todos os dias e enfrentar o que for necessário para registrar o seu nome na história da humanidade.

A cada sessão de missão que faço, vivo uma nova experiência como coach e como ser humano, pois assisto, pela tela do meu notebook ou em frente à minha mesa do escritório, novas missões fantásticas serem definidas e desenhadas bem diante dos meus olhos.

E por que isso é importante?

Para o coachee, é importante porque, a partir daquele ponto, ele sabe exatamente por qual trilha deve seguir para passar a maior parte da vida feliz e realizado. Para mim, o fascínio está em contribuir para que mais uma pessoa tenha encontrado seu propósito e descoberto o rastro que deve perseguir para fazer sua existência valer à pena. E essa é minha missão. É assim que faço minha vida ser relevante.

Não quero passar por esta vida sem ter feito nada de grandioso. Sem ter deixado meu carimbo na humanidade, e gosto de pensar que se eu partir amanhã algo de mim vai ficar, na vida e na história de cada coachee.

A relação que o coaching estabelece entre coachee e coach permite que aquele tenha uma existência muito melhor a partir do dia que disse “sim” ao coach, ao mesmo tempo que possibilita que este deixe mais um carimbo de relevância e contribuição na história da humanidade. É um jogo em que todo mundo sai ganhado.

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *