Como Convencer Pessoas para o que Você Deseja?

31.05.2017

O desejo de liderar é algo que está dentro de muitos seres humanos. Vemos isso também no reino animal e é como se fosse uma necessidade nos dois nichos. 

Mas fazer com que a pessoa faça o que nós queremos que ela faça por vontade própria já é outra história. Liderar não é uma tarefa fácil. 

Como eu sempre digo: É tudo uma questão de como você vai comunicar uma ordem para o outro. Liderança, comunicação, persuasão e negociação então de mãos dadas.

Para nós, seres humanos, só existe uma forma de convencer alguém a se sentir bem em fazer o que você quer. Existem várias formas de obrigar as pessoas a fazerem o que nós queremos, mas de livre e espontânea vontade apenas uma. 

Vemos em noticiários várias formas violentas que alguns usam para obrigarem sua própria espécie a fazer aquilo que deseja. 

Um bom exemplo disso é o sequestro. Para adquirir privilégios ou ganhar dinheiro, um ser humano é capaz de sequestrar um indivíduo de uma família e negociar ameaçando torturar e matar o sequestrado.

Outro exemplo é o roubo. Todos os dias os noticiários nos mostram pessoas sendo vítimas de assaltos, nos quais  são obrigadas a passarem seus pertences em troca de suas vidas.

Infelizmente, muitas morrem durante estes atos.

Estes são apenas dois exemplos onde pessoas obrigam outras pessoas a fazer aquilo que desejam do jeito errado. Como nós somos pessoas de bem não usaremos esse meio para conquistar aquilo que desejamos, não é verdade?

Então o que fazer? Como convencer alguém a fazer aquilo que desejamos de livre e espontânea vontade? Como disse acima existe apenas uma forma.

Sigmund Freud disse uma frase muito interessante: “O desejo de ser grande.” Qual é o significado disso?

O ser humano tem um anseio de ser e se sentir importante. Não é apenas um desejo, não é apenas uma vontade, é anseio. É um desejo mais profundo.

Sei que você está ansioso (a) para saber como fazer com que as pessoas façam o que deseja, mas antes disso precisa entender que tudo gira em torno do que Freud disse.

O objetivo do ser humano é esse. O ser humano deseja ser grande, o ser humano busca por reconhecimento, ele quer a aceitação social, ele deseja ser importante.

Um simples “você é demais!” Ou um “eu não sei o que faria se você não tivesse aqui”, faz toda a diferença.

Olhe para o seu passado e identifique algum momento que recebeu um elogio, tenho certeza que se empenhou ainda mais para fazer aquela atividade. 

Você já ouviu alguém dizer “dinheiro não é o suficiente” ou “dinheiro não é tudo”? Por que dinheiro não é suficiente? Por que não é tudo? Porque dinheiro é só um meio para conquistar reconhecimento.

O que você faz com dinheiro? É reconhecido (a), pois tem seu rosto estampado na Forbes. Compra coisas.

Muitas das vezes compra coisas desnecessárias.

E por que faz isso?

Por que você quer impressionar.

Então como convencer alguém a fazer o que você deseja?

Faça com que ela se sinta importante! Reconheça-as! Elogios sinceros são uma ótima ferramenta para fazer com que as pessoas se sintam importantes. Elogios sinceros!

Obs.: Existe uma grande diferença entre elogio e puxa-saquismos e o ser humano consegue fazer separação dos dois em poucos minutos de conversa, então não seja falso. Puxa-saquismos quando percebidos podem ser desastrosos.

A história nos mostra pessoas transformando suas vidas e a vida das pessoas ao seu redor devido a sua busca insaciável por reconhecimento.

É a ânsia de se tornar importante que tira pessoas de uma vida simples, em empregos simples para se tornarem os melhores naquilo que fazem.

Quer convencer alguém a fazer o que você deseja? Reconheça-a, faça com que ele se sinta importante.

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie seu fututo – 914×172