Como Encontrar uma Carreira que Tem a Ver com Você

07.03.2018

Você já teve aquela sensação de que seria feliz fazendo infinitas coisas?

Ou já teve aquele sentimento de que não seria feliz fazendo nada que você conhece?

Grande parte dos meus clientes enfrentam exatamente esses problemas.

Alguns já têm em mente algumas opções de carreira, mas quando mergulham fundo no autoconhecimento e abrem a cabeça e o coração, ou acabam percebendo que gostariam de tentar muitas outras atividades ou acabam sentindo que nada do que pensaram vai fazer com que possam exercer o seu propósito plenamente.

E aí o que acontece? Eles travam.

Ficam sem motivação para encontrar algo totalmente novo ou ficam confusos em meio a tantas dúvidas.

Afinal, não tá fácil a vida nesse mundão novo! Cada dia vemos uma profissão nova por aí, um negócio mais criativo que o outro, uma nova opção de carreira…

Nunca imaginaríamos que dava para ser feliz e ganhar dinheiro fazendo tanta coisa diferente.

Já foi a era da engenharia/direito/medicina (ainda bem!).

Por isso eu resolvi escrever esse artigo com algumas dicas para te ajudar a desempacar de vez.

Tenha o olhar atento

Sabe quando você está pensando numa coisa e a resposta aparece do nada das formas mais inusitadas possíveis?

Já perdi as contas de quantos clientes me contaram histórias sobre isso.

Isso é a chamada sincronicidade. É o Universo te dando as respostas para as suas perguntas, te mostrando o caminho. E ela está acontecendo sempre, sem parar, num ciclo sem fim. Mas você precisa estar atento, muito atento, para perceber.

Não é à toa que presença, atenção plena e mindfullness estão tão na moda.

É a habilidade de viver plenamente o presente, a capacidade de estar no mundo no aqui e agora, que vão te fazer usufruir o máximo da sua existência.

Então a primeira e mais importante dica que eu tenho para te dar para esse e para qualquer outro problema que você precise resolver é:

Pára de andar por aí igual um zumbi, ou igual um robô, passando sempre pelos mesmos caminhos, olhando pro chão, com o fone ouvindo as músicas de sempre no último volume, ignorando a realidade que te cerca, a cabeça voando, pensando só no fim de semana. Desliga o modo automático e se liga! Você vai ficar surpreso com a quantidade de ideias e conclusões que você vai ter!

Fale com pessoas

O homem é um ser social. Nós vivemos em uma sociedade repleta de grupos dos quais fazemos parte (vide a quantidade de grupos que temos no Whatsapp) e estamos conectados o tempo inteiro nas famosas redes sociais.

Mas por incrível que pareça na maior parte do tempo não estamos nos comunicando de verdade, não é?

Chega de só compartilhar piadinhas nos grupos, compartilhe com seus familiares e amigos o seu momento, suas dúvidas, suas descobertas.

Peça opiniões, ideias, conselhos, não só likes nas fotos e vidas extra nos joguinhos.

Conte sobre seus talentos, habilidades, sonhos, propósito e não apenas que você foi na academia hoje e que seu pet é uma gracinha.

Pergunte sobre o momento e as ideias do outro, ouça ativamente, responda com o coração, não só com o emoji de coração.

Dizem que se você quer ir rápido, vá sozinho, mas se você quer ir longe, vá acompanhado. Já diziam há muito tempo atrás (juro que não é da minha época): “Quem não se comunica se trumbica”.

Então já sabe, né?

Recorra aos Guias

Tá, Stephanie. Adorei as dicas filosóficas, mas não tem nada mais prático, não? Teeeeem!

Eu acredito que o processo de escolha de carreira não deve começar por fora, isto é, olhando as opções do mercado e tentando se adaptar a alguma delas.

Eu acredito que essa escolha deve ser feita de dentro para fora, ou seja, a partir do seu autoconhecimento e da definição do seu propósito, você deve criar a sua carreira e encontrar os caminhos no mercado para colocar isso em prática.

Por isso eu não sou muito fã das ferramentas de lista de carreiras como ponto de partida, mas acho sim que elas podem ser úteis para abrir a cabeça e trazer ideias no final do processo quando você já se conhece, já sabe no que é bom, o que quer na vida, etc.

Ainda não existem muitas fontes de informação nesse sentido, mas duas que eu gosto de recomendar e os clientes usam bastante é o Guia do Estudante (https://guiadoestudante.abril.com.br/profissoes/) e o Guia da Carreira (http://www.guiadacarreira.com.br/profissao/).

Neles você encontra a lista de praticamente todos os cursos e profissões, desde os mais tradicionais até os mais inovadores, com uma descrição das áreas de estudo, das atividades, mercado de trabalho, etc.

Abra a porta do seu mundinho e saia para explorar esse mundão a fora. Você vai ficar impressionado! São mais de 200 só nesses guias. Dá uma olhadinha lá!

Busque as vagas disponíveis

Já cansei de lembrar os meus clientes de que dá sim para ganhar dinheiro (e muito dinheiro!) fazendo o que gosta. Não é miojinho (simples, fácil e rápido), demanda muito suor e lágrimas, mas é possível e pode ter certeza que vale cada gotinha.

Mesmo assim muitos preferem se pautar um pouco pelo mercado, o que está em alta, quais são as tendências, etc. Então, nada melhor do que fazer uma busca completa pelas vagas que estão abertas por aí, não é mesmo?

Tira umas horas, senta a bunda na cadeira e gasta os dedinhos buscando nos famosos sites de vagas (Empregos.com, Vagas.com, Infojobs, Catho, Indeed, e muitos outros) e na maior e melhor rede social profissional do mundo, o Linkedin.

Dá uma olhada nos nomes dos cargos e áreas, nas descrições das vagas, nos requisitos. Quem sabe você não conhece profissões novas, lembra de alguma que tinha esquecido, lê a descrição de uma atividade que você amaria fazer, percebe que preencheria como uma luva os requisitos de algum trabalho. Quem sabe você já não se candidata, vai conhecer mais de perto, consegue o emprego e vai testar na prática?!

Pesquise em instituições sobre empreendedorismo

Mas nem só de CLT vive o homem, não é?

Muitos clientes, para não dizer a maioria, acabam decidindo que só vão fazer o que realmente amam se criarem um negócio do seu jeito, que já está na hora de trabalhar para si mesmo, que é o momento de arriscar, que querem ser o seu próprio chefe uma vez na vida ou pro resto da vida.

E quando bate aquele branco e nenhuma ideia parece boa o suficiente, criativa o suficiente, inovadora o suficiente, ou factível o suficiente, viável o suficiente?

Só posso te dizer que enquanto você está com um branco total, tem pessoas por aí com um verdadeiro arco-íris na mente. Enquanto você está doido pra empreender, tem alguém morrendo de medo e preguiça de implementar suas ideias infinitas. Enquanto você está aí parado, tem um monte de gente voando para criar seus próprios negócios.

E se você quer boas ideias para transformar ou simplesmente se inspirar eu indico a página de ideias do site do Sebrae (http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias) e o banco de ideias do Pequenas Empresas Grandes Negócios (http://revistapegn.globo.com/Banco-de-ideias/index.html).

Eu fico boba e meus clientes piram com as ideias que encontramos lá!

Como esses existem vários outros, além de muitas reportagens sobre esse tema que está bombando! E isso me leva à próxima dica…

Use muito o bom e velho Google

Vai por mim, esse cara pode ser o seu melhor conselheiro, melhor professor, melhor consultor, melhor mentor, quase seu melhor amigo!

Vale muito a pena jogar tudo que você pensar que possa ser relevante naquele lindo retângulo branco embaixo das letras coloridas.

Meus clientes adoram colocar “profissões do século 21”, “trabalhos divertidos”, “empregos dos sonhos”, “carreira com propósito”, etc.

Mas na minha humilde e profissional opinião, não há nada melhor do que escrever aí coisas que realmente tenham a ver com você. Não existe busca mais inteligente do que as palavras que verdadeiramente te definem.

Então bora se conhecer de verdade, profundamente, na sua essência, para completar essas reticências com algo que venha do fundo do seu coração:

“Opções de carreira para quem…”

 

Bom, é isso pessoal! Resumindo: Invista no seu autoconhecimento, depois solte a imaginação usando essas dicas e logo você estará fazendo da sua carreira a maior ferramenta para cumprir o seu propósito e a maior fonte de realização da sua vida.

E lembre-se sempre que: “Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.” – William Shakespeare

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie seu fututo – 914×172