Como Investir na Sua Carreira de Coach

26.12.2017

Uma das grandes tentações de quase todos os coaches em início em de carreira é investir em um espaço físico bonito e aconchegante para fazer seus atendimentos. É o desejo de ter cantinho para chamar de seu, materializando aquela sensação de êxtase por estar dando certo na carreira.

No ímpeto de satisfazer aquele desejo que grita por dentro, o coach corre o risco de destinar a primeira quantia financeira vinda do seu trabalho em um escritório, o que, a meu ver, coloca em risco a saúde financeira do seu novo negócio.

Claro que um espaço físico é bacana. Dentro de uma perspectiva empresarial, é até mesmo um local para a realização de novos negócios, como eventos próprios e treinamentos. A questão é: como investir bem o primeiro retorno financeiro do coaching?

Invista em treinamentos e networking

A minha experiência me mostrou que a melhor aplicação a ser dada aos primeiros rendimentos como coach é basicamente resumida em dois pontos: treinamentos que amplifiquem sua expertise e eventos que potencializam seu networking.

Sobre os treinamentos, não estou falando do universo de cursos online que temos à disposição diariamente na internet, estou me referindo a treinamentos de custo baixo que dê ao coach a possibilidade de melhorar instantaneamente os seus atendimentos. Isso faz uma enorme diferença no número de indicações recebidas e no ticket cobrado. Como exemplo, cito o Advanced Coaching Practitioner, da Abracoaching, como uma excelente opção.

Sobre eventos de networking, há uma infinidade de compromissos espalhados por todo o Brasil que possibilitarão ao coach conhecer pessoas que cedo ou tarde poderão lhe abrir portas interessantes no mercado. Em sua cidade certamente há pelo menos um evento envolvendo empresários e empreendedores. Compareça. Entregue cartões de visita, fale sobre o seu trabalho, se interesse pelo que os outros tem a dizer e marque cafés para continuar assuntos que lhe parecerem promissores. Grandes negócios surgem desta forma.

Espaços físicos representam gastos consideráveis com impostos, energia elétrica, saneamento básico, internet, telefone e secretária, e o fato de abrir as portas não significa que as pessoas começarão a entrar, ainda mais se o seu negócio originalmente partiu da internet.

Depois de capitalizar bem o seu negócio, reservando uma quantia para a infraestrutura, aí sim é hora de dar o próximo passo e ter uma sede. Mas é isso que ele é: um próximo passo.

 

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *