Como se posicionar de forma competitiva e estratégica no mercado

30.06.2017
Crie seu futuro – 728 x 90

Durante o início de minha carreira como coach perdi várias oportunidades de fechar um processo de coaching por alimentar a ideia de que “se a pessoa disse não, ela realmente não quer.”

Isso é um erro.

Na verdade a pessoa dizia não por não conhecer o meu trabalho ou por não me conhecer e isso sim é um problema.

Em um mundo onde existem várias pessoas que estão buscando nos enganar é normal criarmos uma barreira e dificultar cada vez mais o acesso daqueles que estão nos vendendo um produto, serviço e ideia. É uma verdade absoluta que todas as pessoas estão buscando nos enganar? Será que ainda tem pessoas boas no mercado?

Deixe-me responder isso para você.

É uma verdade absoluta que todas as pessoas estão buscando nos enganar? Não, não é uma verdade absoluta.

Será que ainda tem pessoas boas no mercado? É claro que sim.

Assim como eu, existem vários profissionais que estão vendendo verdades, estão vendendo, não só produtos e serviços, mas transformação de vida. 

Então até este ponto da leitura você já percebeu que nem todos estão buscando nos enganar. 

Sabemos que no mercado existem os dois tipos de pessoas.

Sabemos que existem os profissionais sérios porque nós somos estes profissionais sérios. Somos bons e vendemos verdades.

Sabemos também que existem pessoas más, pessoas que estão dispostas a enganar e fazer de tudo (fazer de tudo mesmo) para tirar vantagens de outras pessoas.

Sei que é muito triste saber que existem este segundo grupo, mas já estamos nos posicionando estrategicamente pelo simples fato de saber disso.

A grande pergunta é:

Como se posicionar de forma competitiva e estratégica no mercado?

“O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”.

Quem disse isso foi Martin Luther King e assim como ele, o que me preocupa é o silêncio dos bons.

Em um mercado tão competitivo, cheio de grandes profissionais sérios e cheio de “picaretas”, se você não usar suas habilidades para influenciar as pessoas, infelizmente, você será descartado e será considerado como “carta fora do baralho”.

Se você tem o que é necessário para ajudar uma pessoa, é quase uma responsabilidade fazer isso.

Então por que aceitar o não e dizer, “Tudo bem, quem sabe a próxima vez dá certo…”? Não, você não tem que aceitar o não.

Se você tem o que é necessário para ajudar a pessoa, precisa fazer de tudo para ajudar, porque se não fizer isso, infelizmente, você vai entregar ela nas mãos de alguém que pode destruí-la.

Então, como se posicionar de forma competitiva e estratégica no mercado?

Seja mais rápido e hábil e esteja um passo a frente do mercado.

Como fazer isso?

Desenvolva suas habilidades para conseguir influenciar a pessoa a ver que aquilo que você está oferecendo a ela é uma verdade e que essa verdade vai transformar a vida dela.

Sim, você precisa e tem por obrigação influenciar essa pessoa se aquilo que você tem é realmente bom para ela.

Para se manter competitivo no mercado é necessário influenciar sim, porque se não fizer isso você será descartado.

Influenciar alguém não é algo ruim, quero que entenda isso, influenciar alguém é uma característica dos grandes líderes e se você quer ter destaque, se você quer se posicionar de forma competitiva e estratégica no mercado desenvolva essa habilidade.

Contrate um especialista para te ajudar.

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *