Qual o Objetivo de uma Entrevista de Desligamento

16.11.2016
Crie seu futuro – 728 x 90

A entrevista de desligamento é realizada quando um funcionário pede demissão ou é desligado da empresa. Estabelecer conversa saudável com os funcionários contribui para entender a sua opinião sobre os pontos negativos e positivos da organização e investir em ações de melhorias com mais assertividade.

Incorporar a entrevista de desligamento no processo de rescisão tem como propósito obter informações relevantes para o bom funcionamento da organização nos mais variados aspectos. É o que vamos ver neste artigo!

Importância da entrevista de desligamento

Todas as pessoas que passam por uma organização (mesmo que durante curto período) acabam construindo laços ou incompatibilidade com a vivência e cultura daquele ambiente de trabalho.

Elas tiveram vivência com os processos e gestão em seu setor. Conhecem bem os erros e acertos, e levarão cada experiência em sua bagagem profissional.

Muitas empresas deixam todo esse conhecimento passar e não fazem entrevistas de desligamento. Não sabem que a última conversa poderia trazer os seguintes benefícios:

Diminuição da rotatividade

A entrevista de desligamento é uma ferramenta muito útil para diminuir a alta rotatividade. Esse problema é um dos mais comuns nas empresas e também está na lista dos que mais geram gastos devido ao processo de rescisão e contratação de outra pessoa para ocupar a vaga.

Quando se sabe aquilo que motivou a demissão do profissional, é possível combater o problema para evitar perder outras pessoas.

Obtenção de opinião mais imparcial

Em geral, os funcionários que mantêm um contato empregatício tendem a ficar inibidos ao apontar problemas da organização. O mesmo não acontece aos funcionários desligados.

Como já vão embora, sentem-se mais à vontade para expressar seu ponto de vista sobre os mais diversos assuntos. Esse feedback mais realista contribui para a empresa obter informações relevantes que estavam são ocultadas.

Oportunidade de ouvir o colaborador

Ainda que o colaborador esteja saindo, não dá para esquecer que ele fez parte da organização e contribuiu com seus resultados. Ouvir sua opinião ajuda a finalizar bem essa história, de modo que a valorização e o respeito ao funcionário sejam sempre considerados.

Melhorias mais assertivas

A partir da opinião dos colaboradores desligados, é possível diagnosticar diversos problemas do ambiente organizacional. Entre eles: treinamento diferenciado, otimização da comunicação interna, realocação de funcionários, estratégias para desenvolvimento profissional, melhoria do clima organizacional, aprimoramento dos benefícios oferecidos e preparação mais adequada da liderança.

Uma vez constatados, é possível propor soluções, melhorias e mudanças que sejam mais eficazes.

Como deve ser realizada a entrevista de desligamento?

Os colaboradores que efetuarem o pedido de demissão não devem ser obrigados a fazer entrevista de desligamento. Comparecer ou não é uma decisão que somente cabe a ele, principalmente se tiver sido demitido.

Outro cuidado é com relação ao entrevistador. A empresa deve escolher um profissional de RH, de preferência com formação na área de psicologia, pois ele precisa despertar a confiança do entrevistado e se sinta à vontade para passar as informações sem constrangimentos. Ele, ainda, deve conhecer bem a empresa e os aspectos que devem ser pontuados.

Tudo o que foi levantado na entrevista de desligamento deve ser tabulado e encaminhado à Gestão de Pessoas para que se possa traçar os pontos situações desfavoráveis e pontos de melhoria.

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *