Gestão de Pessoas na Administração

11.04.2017

A gestão de pessoas não é considerada uma das atividades mais fáceis que existem. Mas, eu acredito seja a mais bela.

Não estou falando de comandar pessoas através do medo ou imposição. Estou me referindo a liderança propriamente dita: influenciar as pessoas a fazerem tarefas, serem comprometidas com o trabalho e focados nas metas.

É quase como ser maestro de uma orquestra. Na gestão de pessoas, para liderar com maestria é necessário observar sua equipe, verificar suas necessidades e saber ouvir sua sugestões. Afinal, quem melhor para sugerir melhorias que o operador da área?

Para isto é necessário que o colaborador saiba da importância da atividade e seu valor para a empresa. Os funcionários são o capital intelectual das organizações. É preciso zelar por eles, pois são eles que produzem resultados. Investir em treinamento é prescindível, mas o clima organizacional é o que lhes mantém motivado. E este é o maior desafio dos líderes atualmente.

A comunicação com os liderados também é relevante. Temos que tratar todos igualmente, mas respeitando as individualidades de cada um. Parece confuso, mas é extremamente importante na gestão de pessoas. Por isso é necessário observar sua equipe, conhecer as pessoas, perguntar o que está ocorrendo antes de cobrar um relatório em atraso, por exemplo.

Outro item importante referente à gestão de pessoas é o desenvolvimento de equipes auto gerenciáveis. Isso nada mais é que o trabalho e as atividades sendo realizadas sem cobrança, entregues no prazo e no padrão solicitado. Esta situação é possível quando temos funcionários bem treinados que conhecem o processo por inteiro e sabem da importância e o motivo da tarefa. E, principalmente, compreendem as consequências que podem correr devido aos atrasos ou/e erros.

Incluir a gestão participativa é uma boa alternativa para melhorar o astral do setor. Quando os colaboradores participam das decisões, eles se sentem mais valorizados e comprometidos com o resultado. Então, antes de fazer alguma mudança, que ela possa ser flexibilizada, apresente as alternativas, os prós e os contras, e convide-os a decidir com você. E se houver alguma dificuldade, peça ajuda. A ajuda pode vir de quem você menos espera!

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *