Lei da Atração: Atraia Coisas Boas!

26.03.2018
Crie seu futuro – 728 x 90

Conceitualmente, podemos enxergar e entender o processo de mudança como algo que nos transporta de um determinado ponto para outro, de um estado atual para um estado desejado ou, por vezes, indesejado.

Afinal, o que ocorre que acaba nos transportando para esse “ilustre desconhecido” que, de uma forma ou de outra, sempre nos surpreende?

Pois bem: quantas vezes já ouvimos/lemos sobre a tão comentada e pouco explorada Lei da Atração? Nossas palavras, pensamentos, sonhos, anseios, medos, frustrações, tudo está ali e gera uma energia que traz o nosso inconsciente para a realidade, o que acaba por frustrar em determinadas oportunidades ou mesmo nos trazem uma grande alegria em outras situações.

Você mesmo já deve ter se perguntado várias vezes: “Por que isso aconteceu comigo?”. Nossos pensamentos e ações trazem exatamente aquilo que pensamos e está no nosso subconsciente, materializando os nossos pensamentos, seja eles positivos ou, e isso que mais nos assusta, negativos. E isso é a Lei da Atração.

Como assim? Nosso cérebro trabalha o tempo todo e cada um dos hemisférios atua de uma forma. O Self 1, que está voltado para o nosso Eu racional, lógico, cognitivo, e o Self 2, que é nossa mente inconsciente, o nosso Eu emocional, a nossa verdadeira essência, todo o verdadeiro potencial armazenado.

O Poder do Não

Lembra-se da metáfora do anjinho e do diabinho? Quantas vezes não nos pegamos com o nosso diálogo interior e temos que tomar essas decisões, sejam elas racionais ou emocionais? Exatamente aí que eles atuam, e encontramos algo que pode e fará toda a diferença em sua vida: o poder do NÃO!

Então vamos lá! Pense em uma cor, mas essa NÃO poder ser azul; pense em uma flor, hipoteticamente, mas NÃO pode ser uma rosa vermelha. Enfim, podemos citar vários exemplos, mas acredito que as primeiras coisas que vieram à sua mente foram exatamente essas.

O que acontece? Qual o mistério ou a mágica que faz isso acontecer? Simples: Nosso cérebro só reconhece as afirmações. Quando falamos que NÃO, ele absorve a informação como verdadeira, ignorando a negação, e torna aquilo como uma afirmação.

Faz sentido o porquê de ocorrerem coisas que pensamos e pedimos para não acontecer mas, invariavelmente, nos decepcionamos justamente pelo NÃO ter se transformado em SIM?

Esse é o grande ponto. Usemos e tenhamos bons pensamentos, boas ações, bons exemplos, pois isso fará a diferença em nossas vidas e nossas realizações.

É como diz aquela frase: “Quando um ovo se rompe pelo lado de fora, a vida acaba, mas quando se rompe pelo lado de dentro, a vida começa. Assim é a vida: as mudanças começam sempre pelo lado de dentro”.

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Comentários:

  1. Me parece interesante lo que menciona en el artículo. Sin duda hemos de trascender la visión simplista de lo que actualmente entendemos por Racionalidad. Creo que realmente hay que replantearnos a qué llamamos Racional o Racionalidad. Creo que un ser humano es realmente racional, conforme vive entendiendo que la parte racional, sentimental y lo demás, están conectados entre sí. No hay una división tajante. Por ello, alguien que sea realmente racional, incorpora y en consciente de todos los aspectos sentimentales, así como de cualquier otro que haya, tanto en él/ella, como en los demás. De lo contrario, cualquier sistema intelectual (por más racional que se le considere), en el fondo no es más que un sistema de actuación rígido y mecánico. Cualquier sentimiento de odio, miedo, etc., puede dar origen a un sistema racional que lo sustente y lleve a la acción. Basta ver las elaboradas clasificaciones de castas en las Américas, o la exquisita racionalidad del científico nuclear que desarrolla un nuevo detonador, etc. Muy racionales dentro de su limitado esquema, pero fuera de toda coherencia en sentido general. Un saludo. customer essay

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *