O Que É Constelação Familiar?

27.02.2017

Muitas vezes, não conseguimos alcançar nossos objetivos devido aos bloqueios que podem ter origens nos nossos sistemas familiares. Pelo menos, é isso que prega a Constelação Familiar. Segundo esse método terapêutico, problemas familiares profundos impedem os indivíduos de obter êxito em determinados setores de sua vida.

Origem da Constelação Familiar

A Constelação Familiar foi desenvolvida na década de 1970 pelo pedagogo, psicoterapeuta e filósofo alemão Bert Hellinger. Para o especialista, à origem sistêmica – ou seja, nossas relações familiares – é atribuída mais da metade dos nossos problemas.

Ele concluiu que existem padrões de comportamentos nos sistemas familiares após ver os estudos da psicoterapeuta americana, Virginia Satir, em que eram analisadas as estruturas familiares. No experimento, uma pessoa foi colocada em uma família que não conhecia e começou a reproduzir sintomas físicos e comportamentos comuns a esse grupo de pessoas.

Hellinger propôs a existência de uma consciência de clã, na qual somos norteados por aquilo que ele chamou de ordens arcaicas, ou ordens de amor, em três situações principais:

  • Necessidade de pertencer a um grupo;
  • Necessidade de equilíbrio entre o dar e receber nos relacionamentos;
  • Necessidade de hierarquia dentro do grupo.

Mas como assim?

A família aqui é considerada um sistema no qual as pessoas permanecem unidas por um vínculo emocional profundo e interesses comuns. Trata-se do nosso primeiro contato com o mundo, portanto, crenças, valores e padrões compartilhados tendem a moldar nosso comportamento em outros contextos.

Nesse sistema familiar, é bem comum um integrante assumir papéis, medos, culpas, obrigações, posturas de um antecessor simplesmente porque está ligado a ele. Esse comportamento ou sentimento problemático é como se fosse uma herança dos nossos pais ou antepassados que é repetido por anos. O problema é que ele tende a afetar negativamente nossa vida.

Aí que entra a Constelação Familiar. Durante o processo terapêutico, o participante identifica de forma consciente essas heranças e conhece mais a respeito das dinâmicas do seu sistema familiar – que são chamados no processo de mecanismos ocultos. Quando isso acontece, podem se libertar de padrões e papéis assumidos involuntariamente e resolver seus conflitos.

Quando procurar o método

Não é somente pessoas com conflitos familiares que podem se beneficiar desse método. Levando em consideração que as relações com parentes atuam diretamente na construção do nosso “eu”, a Constelação Familiar pode ajudar todas as pessoas que apresentam comportamento ou sentimento problemático. Algumas doenças físicas e emocionais também podem ser combatidas com o método.

A partir do momento em que você revê a história de sua família e faz uma viagem à sua essência, pode ressignificar muitas questões pessoais. Assim, consegue entender a si mesmo para resolver problemas pessoais e melhorar o seu relacionamento interpessoal.

Este artigo foi útil para você? Não deixe de contar as suas percepções sobre o assunto!

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie seu fututo – 914×172