Por que Fazer um Planejamento?

23.05.2017

Sempre amei ler sobre produtividade, organização, gestão do tempo e essas coisas. E o tal planejamento sempre é citado como uma das principais ferramentas para quem quer realizar mais e ser mais organizado. Hoje, eu percebo também como ele pode influenciar bastante em nossa autoestima.

Você acordou aquele dia com a maior disposição, feliz da vida, pensando em todas as ideias que colocaria em prática. Mas, chega no trabalho, abre a caixa de email, toma as providências necessárias, um colega chama para resolver algo urgente, depois passa uns minutos navegando por algum portal de notícias, vai tomar um café… O tempo passa, em vez de sair pra almoçar, você come alguma porcaria na frente da tela do computador e quando v ai ver, acabou o horário do expediente.

Chegando em casa, mais alguns imprevistos, um pouco de tevê, e você acaba indo dormir frustrado por não ter feito nada do que precisava ser feito.

Alguém se identificou? Agora imagine muitos dias como esse em um espaço de meses, anos. “Ir levando” os dias sem se planejar gera a sensação de que não estamos vivendo, mas apenas sendo jogados de um lado para o outro pela vida, de uma tarefa sem sentido pra outra.

A importância do planejamento:

Não se planejar faz com que não nos sintamos mais protagonistas da própria vida. efeitos igualmente ruins: muita gente tem aquela pessoa muito amiga, que por mais querida que seja, quando repetidamente “fura” com você ou chega mais de uma hora atrasada a todo encontro que marcam, pouco a pouco vai perdendo a sua confiança, não é? É isso que acontece quando nos planejamos e deixamos que tarefas do cotidiano roubem todo nosso tempo e nos impeçam de fazer o que é importante para nós, ou deixamos que a procrastinação nos vença. Vamos perdendo a confiança em nós mesmos.

Agora você pode estar pensando em todas as coisas que tem que fazer. Pode dizer que eu não sei como é atribulada sua rotina, que não tem tempo de se planejar ou nunca cumpre seu planejamento porque sempre surgem outras coisas mais urgentes a resolver. Ok, a minha rotina também é bastante corrida, mas vou dizer o que mais funciona pra mim: planejamento flexível!

Não adianta nada você ficar só pensando que tem que fazer tais coisas e depois tentar dar um jeito de encaixá-las no seu dia. Ou o outro extremo, preencher aquele seu planner lindo ou uma planilha com mil tarefas, reservando quinze minutos para cada uma, desde a hora de acordar até a hora de dormir.

O ideal é fazer um planejamento que conte com imprevistos e tenha “planos B” bem definidos. Em breve conversaremos sobre como elaborar um planejamento que seja mais fácil de cumprir e, por consequência, vai te dar cada vez mais autoconfiança para seguir com seus objetivos!

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *