Produtividade: Como Ser Mais Produtivo?

06.05.2017

Normalmente, relacionamos produtividade com quantidade. Afinal, quanto mais produzimos, mais nos sentimos produtivos, certo?

Errado! No mundo imediatista no qual vivemos, nos tornamos acumuladores de coisas, conhecimentos, atividades e, com isto, a cada dia nos percebemos mais longes da produtividade. Ficamos sem tempo e nos sentimos perdidos, devido a grande quantidade de afazeres no dia a dia.

Produtividade tem que estar ligado à qualidade. E para ter qualidade é preciso ter atenção e comprometimento. Você já deve ter ouvido a expressão “menos é mais”, que significa fazer menos com mais resultado.

Mas como pode isto? Com a lei de Pareto ou princípio 20/80, como também é chamada, pode! Criada por Vilfredo Pareto, a lei diz que 80% das consequências advém de 20% das causas. Este princípio pode ser aplicado para analisar diversas áreas. Por exemplo, segundo o economista: 80% da riqueza mundial está nas mãos de 20% das pessoas, 80% da poluição é causada por 20% dos países ou que 80% da receita de uma empresa provém de 20% dos clientes.

Baseado no contexto acima, para atingirmos nosso objetivo é necessário observar nosso cotidiano pessoal e profissional. Identificar quais os 20% dos seus esforços são responsáveis pelo atingimento de 80% dos seus resultados. Será que tudo que faço é realmente necessário? Estou focado nas minhas metas? É possível otimizar?

Sim, tudo pode ser otimizado com priorização. Se você acompanhar seus gastos verá que 20% das despesas consumem 80% dos seus gastos mensais. Para otimizar as finanças pessoais é necessário reduzir e/ou evitar gastos supérfluos.

Se a análise for de tempo, você perceberá que 20% das suas tarefas contribuem para 80% do propósito. Então se você mudar sua rotina você conseguirá aumentar significadamente seus resultados atingidos e se sentirá plenamente mais produtivo.

Dicas para ter maior produtividade

1. Separe um momento dia para identificar uma área da sua vida, qualquer uma;

2. No Excel, forme uma tabela listando a atividades, despesas, dependendo do objetivo da análise;

3. Organize por ordem de importância, os mais importantes primeiro. Identifique seu valor, hora ou ocorrências, por exemplo, e indique a porcentagem de cada um;

4. Calcule a porcentagem de acumulada da cada linha ;

5. Crie um gráfico de barras e de linhas, em que as barras serão as porcentagens de cada item e as linhas serão o acumulado das ocorrências;

Seu gráfico de Pareto no Excel está pronto! Observe, analise, reflita e otimize-se!

Ah!…E não esqueça de me contar seus resultados.

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *