O Que é Ser Multipotencial?

Quando li a primeira vez sobre multipotencialidade eu me senti aliviada: é isso, eu sou multipotencial! Finalmente eu havia descoberto o que eu tinha de “errado”, o porquê de ter curiosidade a respeito de tantas coisas e possuir dificuldades em escolher entre tantas paixões. Era difícil sustentar algumas escolhas por longos períodos.

Meus interesses iam desde jornalismo a arquitetura (fiz 2 anos e meio desse curso), decoração a física quântica, meio ambiente (sou formada em engenharia ambiental) a nutrição, passando por astrologia, poesia, tarô, psicologia, numerologia, comportamento e por aí vai…

O multipotencial é assim. Um assunto puxa o outro, que puxa o outro, que puxa o outro… Está sempre curioso para conhecer coisas novas, tem paixões e interesses diversos e aparentemente desconexos. Tem facilidade em aprender sobre novos temas e adquirir novas habilidades.

Ser multipotencial é um problema?

Mas, pode ser inquietante para um multipotencial sua inclinação a se enjoar do assunto da vez quando sente que já sabe o suficiente. Afinal, para nós multipotenciais é importante saber o suficiente para aplicarmos o conhecimento no que desejamos, não nos aprofundamos, diferente do restante da sociedade.

Ou seja, multipotenciais são generalistas, não especialistas. E qual o problema disso? Nenhum! Mas vivemos num mundo que nos cobra ser especialista (historicamente, isso vem desde a revolução industrial quando, para potencializar a produção, o processo era segmentado e os funcionários das indústrias realizavam tarefas muito específicas). Um clássico exemplo disso é o quanto um médico clínico geral é desvalorizado frente a um médico especialista em cirurgia do rim esquerdo. Porém, o mundo precisa dos dois, afinal o generalista complementa o especialista e vice-versa.

Sempre ouvi frases como: “nossa, você não termina nada”, ou “como você é volúvel”, ou ainda “você precisa escolher uma profissão!”. E como doía ouvir! Era desesperador para mim ter que escolher uma dentre as inúmeras possibilidades do universo!

Mas o fato é que não temos que escolher uma atividade, uma profissão específica, e deixar o resto de lado. O desafio do multipotencial é encontrar uma conexão com todos os assuntos de interesse e construir uma carreira profissional com seus toques especiais e conhecimentos, desenhar um estilo de vida próprio.