Lições de Empreendedorismo no Trânsito

Voltando do Rio de Janeiro para a cidade onde resido, São Lourenço, no sul de Minas Gerais,  fiz a coisa mais lógica (ao menos para mim, naquele momento) peguei a pista central “rápida” com meu carro evitando a marginal que novamente pela lógica seria a de trânsito mais lento.

Resumindo: A pista rápida completamente parada e a marginal com carros, ônibus e tudo mais que consigo imaginar praticamente recriando uma cena de “Velozes e Furiosos” de tão fluído que estava o trânsito e eu lá parado. Aquela situação, que tinha o poder de potencializar a raiva e o stress do mais zen dos monges, parecia ter um poder tão grande que eu quase poderia ouvir as pessoas rindo de nós que, impotentes, só podíamos aguardar.

Tentar focar na respiração e técnicas de relaxamento era subitamente desmoronado pelas buzinas dos motoboys que, naquela altura, se assemelhavam as trombetas do apocalipse.

O que esta situação me trouxe de aprendizado?

Trânsito: Metáfora para o Empreendedorismo

1. Na hora de empreender é preciso acompanhar o sucesso dos outros, inclusive de seus concorrentes. Essas outras pessoas na marginal só conseguiram pegar  aquele “atalho” porque, com certeza, conhecem bem a região e o trânsito naquele horário, coisa ignorada por mim que passo por ali de forma esporádica. Ou seja, já passaram por aquela situação várias vezes.

2. Tente novamente agora com a estratégia correta com a finalidade de testar o novo método e analise o resultado para saber se o sucesso ou fracasso tem a ver com coincidência, sorte ou a estratégia é eficaz.

3.  Mesmo numa velocidade diferente (que raiva só de lembrar) todos seguiam na mesma direção rumo aos nossos objetivos estando a cada minuto mais perto de sua realização. Uns quase voando outros bemmmm devagar.

4. Saiba se alegrar com o sucesso alheio e veja o que pode ser aplicado no seu negócio, onde acorreram erros e acertos criando uma modelagem que nada mais é que repetir a fórmula do sucesso alheio com ética e respeito.