Taxa de Sucesso: Existe o Fracasso Total?

22.04.2017

Hoje, vou compartilhar com você um conceito que, desde que iniciei meus atendimentos, compartilho com meus clientes. E, veja bem: esse conceito é libertador não só para eles, mas para você, coach, que deseja atender cada vez com mais segurança e profissionalismo para viver bem de coaching.

Vivemos em um mundo dual. Ao longo da vida aprendemos o que é certo e errado, preto e branco, bem e mal, quente e frio, sujo e limpo, rápido e devagar, noite e dia, etc. No entanto, ter apenas duas opções é cruel e reduz o universo de possibilidades que se apresenta a todo momento em nossas vidas.

Como somos inteligentes, aprendemos rápido esse dogma e levamos esse conceito para nossa percepção de resultados, polarizando-os em sucesso ou fracasso. Mas, será que só há essas duas opções? 

Em meus atendimentos em coach, quando o cliente elabora uma meta, logo ele elenca uma lista de tarefas que, no próximo encontro, ele vai avaliar a taxa de sucesso obtida a partir delas. Agora, vamos ver se faz sentido?

Por exemplo, uma pessoa que deseja ter mais tempo para poder criar momentos com a família, mais especificamente, com o filho. Ela deseja buscar o filho todos os dias na escola. Após quinze dias, ela percebe que conseguiu buscar o filho cinco vezes ao longo do período. Será que fracassou ou deu alguns passos rumo a sua meta?

Com certeza, a cada conquista, nos aproximamos do resultado desejado. Se ainda não temos 100% de sucesso, já temos um percentual, seja de 20%, 30%… Enfim, um ponto além do instante inicial. Aos poucos, podemos aumentar nossa taxa de sucesso e ficamos cada vez mais próximos de nossos sonhos.

Então coach, no seu próximo atendimento, pergunte para o seu cliente qual foi a taxa de sucesso que ele percebe que teve na tarefa. Lembre-se: coaching é foco no positivo e no que funciona. Quanto mais você tiver a habilidade de ajudá-lo nesse sentido, pode ter certeza que ele vai ficar mais motivado também.

E lembre-se: isso também vale para a sua carreira como coach. Muitas vezes, você faz uma série de ações, empenha-se, e os resultados não são 100% como deseja. Você considerar tudo um fracasso ou vai avaliar qual a sua taxa de sucesso e recalcular a sua rota de sucesso a partir daí? Recomendo fortemente a segunda opção.

Lembre-se: não existe fracasso, apenas feedback.

Para uns, esse pensamento é libertador, para outros, desafiador. Estou curiosa para conhecer a sua opinião a respeito. Poste a sua nos comentários.

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *