Aplique as Técnicas de Rapport em Seu Ambiente Profissional

28.12.2017
Crie seu futuro – 728 x 90

Nós, seres humanos, vivemos em sociedade. Não existe outra possibilidade para nós, pois somos seres sociais. Alguns têm mais facilidade em lidar com outras pessoas e outros têm algumas barreiras que precisam superar, como a timidez, por exemplo. Que tal aprender técnicas que podem melhorar o seu convívio em sociedade, especialmente no ambiente de trabalho? Conheça o rapport!

O que é rapport?

O rapport é um conceito que surgiu na psicologia, dos estudos de PNL (Programação Neurolinguística), e é bastante usado em situações de negociação. A beleza dele, entretanto, é que ele pode ser adaptado para qualquer situação social.

Você quer aprender a convencer clientes mais facilmente? O rapport ajuda. Quer tornar sua convivência com os colegas de trabalho mais agradável? Pode apostar no rapport. O seu interesse está em impressionar o seu chefe em reuniões? Uma palavra: rapport.

Como funciona o rapport?

As técnicas de rapport são usadas para criar empatia e confiança entre você e o seu interlocutor. Essa sensação pode abrir portas! E, acredite, pode ser bem fácil fazer isso. Basta que você preste atenção genuinamente ao que a pessoa diz, demonstre que você a entende e acha válido o que ela diz e se coloque no lugar dela, assuma a perspectiva dela.

Colocando essas três atitudes em prática, você entra no mundo do seu interlocutor, fazendo com que ele se sinta compreendido e seguro e criando um laço entre vocês. É assim que você constrói um diálogo mais eficaz e bem sucedido!

Técnicas de rapport para você colocar em prática no dia a dia

A intenção do rapport é se mostrar “similar” ao seu interlocutor, se tornar próximo dele. Para fazer isso, existem algumas atitudes básicas:

  • Sorria – mesmo que você esteja conversando por telefone ou teleconferência, o simples ato de sorrir já muda a sua voz e deixa o interlocutor mais confortável;
  • Demonstre otimismo – se mostrando uma pessoa “para cima”, você transmite confiança e uma imagem de “poder”;
  • Chame o outro pelo nome – se você quer que o seu interlocutor se sinta automaticamente próximo de você e até mesmo importante, basta chamá-lo pelo nome;
  • Saiba ouvir – não adianta nada você se mostrar a pessoa mais simpática do mundo se não tem paciência para ouvir quem está falando com você.

Além desses pontos, existe uma característica importantíssima do rapport que você deve levar para a vida: espelhar o comportamento do seu interlocutor. Espelhar não é imitar, é ajustar a sua comunicação verbal e não verbal para se tornar mais “parecido com quem está falando com você”, o que transmite confiança. Você pode fazer isso espelhando movimentos corporais, tom de voz, respiração, expressões faciais, entre outras características.

Gostou das dicas? Continue navegando pelo blog da Portal Coaching para mais textos como este!

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie seu fututo – 914×172