A diferença entre Teimosia e Persistência

27.02.2018

A sugestão número um, ligada à atitude e não à técnica, que você receberá de dez entre dez pessoas bem-sucedidas, é: “Nunca desista!”. Se você já leu a biografia de homens como: Thomas Edison, Ray Kroc, Conrad Hilton e Aristóteles Onassis, se dará conta de que esta máxima foi aplicada com sucesso por cada um destes notáveis empreendedores.

Quando este tipo de dica chega até nós, num primeiro momento, ela sugere algo óbvio mas que requer um cuidado extra ao ser absorvida. Há uma linha tênue, tentadora e perigosa entre persistência e teimosia. Perceba que os senhores que mencionei jamais foram teimosos durante as fases de expansão ou no auge de suas conquistas.

Teimosia é uma atitude bastante comum durante a infância e, também, na adolescência. Ela expressa a ideia de capricho ou birra de uma mente imatura, que reluta em manter o comportamento egocêntrico dos primeiros anos de vida, quando ainda se encontrava totalmente dependente dos pais.

O imaturo perdedor

Se na criança e no adolescente, a teimosia é percebida como algo “normal para a idade”, no adulto ela passa a ideia de imaturidade. E a manutenção deste padrão poderá levar a perdas e ao sofrimento. O adulto teimoso poderá até ganhar pequenas batalhas na vida, nos relacionamentos e nos negócios. Mas depois de algum tempo, ele estará sozinho porque todos já terão se cansado da sua intransigência e da sua postura autoritária. Então, a guerra estará perdida.

Dê poder a uma pessoa que vive da teimosia e você terá, dali a algum tempo, um exemplo de fracasso. Sem flexibilidade, abertura para o diálogo e visão ampla, nada duradouro, saudável e sustentável poderá ser construído. Isso vale tanto para o amor quanto para os negócios.

Ninguém é uma ilha o tempo todo. Temos nossos momentos de solidão ou de privacidade, mas não somos autossuficientes. Temos necessidade de interagir com outros seres humanos. Não fosse assim, os aplicativos de mensagem nem existiriam.

Enfim, dependemos uns dos outros. Precisamos que alguém faça o pão (com ou sem glúten) que comemos no café da manhã, precisamos que pessoas cuidem da manutenção das redes de água e energia elétrica que consumimos… Direta ou indiretamente, estamos lidando com gente a todo momento. Neste cenário, uma postura rígida, intransigente e voltada ao próprio ego, não é a melhor escolha a ser adotada.

A melhor maneira de interagir com outras pessoas é estabelecer um ambiente de harmonia e cooperação, através do respeito e da tolerância. E o bônus por desenvolver este nível de interação será o impacto positivo deste ambiente amistoso e cordial em nossa paz interior e felicidade.

Persistência: chave para felicidade e sucesso

Se por um lado a imagem da pessoa teimosa está associada ao autoritarismo, intransigência, arrogância, a querer ter sempre a razão… Por outro lado, a pessoa persistente está sempre aberta a rever suas ideias e posicionamento, se isso indicar que a fará obter aquilo que deseja.

O persistente cria um plano para alcançar seus objetivos. Ele executa as tarefas planejadas e vê o progresso acontecer. Diferente do teimoso, ele se posiciona de forma ativa, não fica parado, esperando que tudo seja feito segundo sua vontade.

A pessoa com maturidade para desenvolver a habilidade da persistência usa da persuasão, mobiliza pessoas criando sinergia, negocia, cede e recua às vezes, faz acompanhamento do andamento dos seus planos, reconhece erros, corrige e implementa melhorias… É incansável na execução daquilo que se propôs.

Para ela, cada pequeno fracasso representa apenas uma lição do que não fazer; do que precisa ser revisto, alterado ou melhorado, antes da próxima investida. Ela está disposta a continuar insistindo em executar seu plano, por tantas vezes e pelo tempo que for necessário, até que consiga realizar o objetivo desejado.

A persistência não é a única chave para o sucesso. Mas nada expressivo e digno de reconhecimento é construído da noite para o dia; requer algum tempo, constância e firmeza de propósito para se recomeçar a cada novo dia.

Caso queira ter sucesso na vida, nos relacionamentos, nos negócios e, além disso, ainda queira ser feliz, seu caminho passa pelo desenvolvimento da persistência: a habilidade que é a prova cabal de que você atingiu a maturidade necessária para realizar aquilo que sonhou.

Gratidão pela sua atenção e boas escolhas!

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *