Teste da Âncora de Carreira: Descubra sua Identidade Profissional

21.02.2018

O ser humano é um bicho que adooora um teste, né?

Não é à toa que os quizzes de revista fazem o maior sucesso e que os testes vocacionais bombam de acessos na internet.

Claro que existe muita bobeira por aí, mas também existem os testes sérios, desenvolvidos por profissionais competentes, embasados em teorias complexas, validados na prática e com sua eficiência comprovada.

Mas gente, nós somos serumaninhos, bichinhos muuuito complexos, profundos, singulares e em constante evolução, assim, obviamente, nem uma centena de testes seriam suficientes para dar conta de descrever quem nós somos.

Até porque nós adoramos dar uma enviezadinha nas respostas, meio inconscientemente, para parecer bem na fita, mesmo que ninguém vá ver esses resultados. Viu como somos complexos?!

Além disso, essas respostas estão dentro de nós e não fora!

Então pessoal, fica o alerta! Para escolher uma carreira (aliás para escolher qualquer coisa nessa vida, até terminar ou não aquele relacionamento meia boca, casar ou comprar uma bicicleta), não basta se afogar em um monte de lacunas, precisamos realmente mergulhar para dentro de nós mesmos.

E os programas de Coaching e Orientação Vocacional e Profissional te ajudam a fazer exatamente isso, mas de uma maneira estruturada, com ferramentas específicas para isso e o acompanhamento de um profissional qualificado para te guiar nessa jornada.

Bom, agora que já ficou claro que ao final desse artigo não vai sair magicamente a profissão ideal pra você, eu queria te apresentar um desses testes sérios que eu falei. Vai ser mais um passo muito importante para te ajudar nesse árduo, mas delicioso, caminho de busca.

Ele já tem quase 50 anos e foi desenvolvido por um PhD em psicologia social pela top das tops, a Universidade de Harvard, e professor emérito do famoso MIT (Massachusetts Institute of Technology).

Ele desenvolveu a teoria das Âncoras de Carreira, uma teoria usada por praticamente todos os profissionais da área até hoje e que tem ajudado muito quem busca maior autoconhecimento para direcionar a sua vida profissional.

Mas o que vem a ser essa tal âncora?
Ele deu esse nome porque são as suas características pessoais que vão te enganchar numa carreira e te segurar nela.

Elas são um mix das suas competência e habilidades com os seus valores e motivações.
Entendendo melhor essa sua faceta, pode ficar mais fácil você pensar em trabalhos e/ou empresas que estejam mais alinhados a você.

São 8 âncoras.

Ah, então quer dizer que só existem 8 tipos de pessoa? 8 tipos de profissão? Nãããão! De novo, cada pessoa é única e existem infinitos tipos de profissão, porém esse é um dos filtros analíticos pelos quais você pode passar todas as suas ideias de carreira para ver quais saem do outro lado e fazem mais sentido pra você.

Então vamos lá! Bora por a mão na massa?

O teste é longo – 40 perguntas -, por isso reserve uns 30 minutos pelo menos para fazê-lo com calma, ler os resultados e refletir sobre eles.

Teste de Âncoras de Carreira

Utilize a seguinte escala para classificar o quanto cada um dos itens é verdadeiro para você:

1 – A afirmação nunca é verdadeira para mim

2 – Quase nunca

3 – Às vezes

4 – Frequentemente

5 – Quase sempre 

6 –  Sempre é verdadeira para mim

Escreva o número correspondente ao lado de cada frase. Preste atenção em cada uma, pense bem em cada resposta.

1 – Sonho em ser tão bom no que faço que minha opinião de especialista seja sempre solicitada. __

2 – Me sinto mais realizado em meu trabalho quando sou capaz de integrar e gerenciar o trabalho dos outros. __

3 – Sonho em ter uma carreira que me dê a liberdade de fazer o trabalho do meu jeito e no tempo por mim programado. __

4 – Segurança e estabilidade são mais importantes para mim do que liberdade e autonomia. ___

5 – Estou sempre procurando ideias que me permitam iniciar meu próprio negócio. ___

6 – Sentirei sucesso na minha carreira se sentir que contribuí verdadeiramente para o bem-estar da sociedade. ____

7 – Sonho com uma carreira na qual eu possa solucionar problemas ou vencer em situações extremamente desafiadoras. ___

8 – Prefiro deixar meu emprego a ser colocado em um trabalho que comprometa minha capacidade de satisfazer meus interesses pessoais e familiares. ___

9 – Só me sentirei bem-sucedido em minha carreira se puder desenvolver minhas habilidades técnicas e funcionais até o mais alto nível de competência. ___

10 – Sonho em dirigir uma organização complexa e tomar decisões que afetem muitas pessoas. ___

11 – Me sinto mais realizado em meu trabalho quando tenho total liberdade de definir minhas próprias tarefas, horários e procedimentos. ___

12 – Prefiro manter minha atividade atual a aceitar outra tarefa que possa colocar em risco minha segurança na empresa. ___

13 – Montar meu próprio negócio é mais importante para mim do que atingir uma alta posição gerencial como funcionário. ___

14 – Me sinto mais realizado em minha carreira quando posso utilizar meus talentos a serviço dos outros. ___

15 – Me sinto realizado em minha carreira apenas quando enfrento e supero desafios extremamente difíceis. ___

16 – Sonho com uma carreira que me permita integrar minhas necessidades pessoais, familiares e de trabalho. ___

17 – Me tornar um gerente técnico em minha área de especialização é mais atraente para mim do que me tornar um gerente geral em alguma organização. ___

18 – Me sentirei bem-sucedido em minha carreira apenas quando me tornar um gerente geral em alguma organização. ___

19 – Me sentirei bem-sucedido em minha carreira apenas quando alcançar total autonomia e liberdade. ___

20 – Procuro trabalhos em organizações que me deem senso de segurança e estabilidade. ___ 

21 – Me sinto realizado em minha carreira quando sou capaz de construir alguma coisa que seja inteiramente resultado de minhas ideias e esforços. ___

22 – Utilizar minhas habilidades para tornar o mundo um lugar melhor para se viver e trabalhar é mais importante para mim do que alcançar uma posição gerencial de alto nível. ___

23 – Me sinto mais realizado em minha carreira quando soluciono problemas aparentemente insolúveis ou venço o que aparentemente era impossível de ser vencido. ___

24 – Me sinto bem-sucedido na vida apenas quando sou capaz de equilibrar minhas necessidades pessoais, familiares e de carreira. ___

25 – Prefiro sair da empresa onde estou a aceitar uma tarefa em esquema rotativo que me afaste da minha área de experiência. ___

26 – Me tornar um diretor geral é mais atraente para mim do que me tornar um diretor técnico em minha área de especialização. ___

27 – Para mim, poder fazer um trabalho do meu jeito, livre de regras e restrições, é mais importante do que segurança. ___

28 – Me sinto mais realizado em meu trabalho quando percebo que tenho total segurança financeira e estabilidade no trabalho. ___

29 – Me sinto bem-sucedido em meu trabalho apenas quando posso criar ou construir alguma coisa que seja inteiramente de minha autoria. ___

30 – Sonho em ter uma carreira que faça uma real contribuição à humanidade e à sociedade. ___

31 – Procuro oportunidades de trabalho que desafiem fortemente minhas habilidades para solucionar problemas. ___

32 – Equilibrar as exigências da minha vida pessoal e profissional é mais importante do que alcançar alta posição gerencial. ___

33 – Me sinto plenamente realizado em meu trabalho quando sou capaz de empregar minhas habilidades e talentos especiais. ___

34 – Prefiro sair da empresa onde estou a aceitar um cargo que me afaste do caminho da diretoria geral. ___

35 – Prefiro sair da empresa onde estou a aceitar um cargo que reduza minha autonomia e liberdade. ___

36 – Sonho em ter uma carreira que me dê senso de segurança e estabilidade. ___

37 – Sonho em iniciar e montar meu próprio negócio. ___

38 – Prefiro sair da empresa onde estou a aceitar um cargo que prejudique minha capacidade de ser útil aos outros. ___

39 – Trabalhar em problemas praticamente insolúveis para mim é mais importante do que alcançar uma posição gerencial de alto nível. ___

40 – Sempre procurei oportunidades de trabalho que minimizassem interferências com assuntos pessoais e familiares. ___

Agora reveja suas respostas e localize os itens que você deu pontos mais altos (normalmente 5 ou 6). Dessas respostas, selecione as três que sejam as mais verdadeiras para você e adicione a cada uma mais 4 pontos.


Para facilitar fiz um quadro pra você preencher com as suas respostas de cada uma das perguntas.

Não se esqueça de acrescentar os quatro pontos para os três itens mais verdadeiros para você.

Some os números de cada coluna e divida o total por cinco.
A média resultante mostra o quanto importante é a âncora para você.

Abaixo a interpretação de cada uma dessas âncoras.

Uma dica, dê mais atenção para as 2 ou 3 maiores pontuações.

A essência dessas âncoras deve estar intimamente alinhada com a da sua carreira.

TF – COMPETÊNCIA TÉCNICA E FUNCIONAL

Pessoas tecnicamente ancoradas comprometem-se com uma carreira de especialização. Elas ficam motivadas quando são especialistas em um determinado assunto, buscam trabalhos desafiadores, querem testar o conhecimento e a habilidade que possuem em sua área de atuação. São pessoas que não visam altos cargos administrativos (essas normalmente são mais generalistas) e sim cargos de especialista em uma determinada área.

GG – COMPETÊNCIA DE GERÊNCIA GERAL

Quem tem como âncora de carreira a competência administrativa geral busca, ao longo de sua vida profissional, atingir os mais altos níveis de responsabilidade na organização. São pessoas que visam a liderança e têm como motivação atingir o topo da hierarquia corporativa. Para elas, a especialização é uma armadilha: entendem a importância de conhecer as áreas funcionais, mas não buscam se aprofundar tecnicamente, pois querem a função de gerência geral.

AI – AUTONOMIA E INDEPENDÊNCIA

Pessoas com essa âncora vão buscar, com o passar do tempo, uma carreira que possibilite maior independência, que permite impor suas próprias condições. A autonomia é inerente a qualquer ser humano, em níveis diferentes, mas quem possui fortemente essa âncora sente a necessidade de ser dono de seu próprio destino, fazer as coisas do seu jeito e, por isso, vai organizar sua vida profissional em torno de trabalhos que lhe proporcionem mais escolha e poder de decisão.

SE – SEGURANÇA E ESTABILIDADE

Aqui se enquadram pessoas que precisam se sentir seguras no ambiente de trabalho. Elas buscam maior previsibilidade do futuro, querem “saber onde pisam”. São atraídas por empregos em empresas que oferecem essa estabilidade, com bons planos de aposentadoria e boa reputação. É essa estabilidade, principalmente financeira, que vai guiar a carreira desses profissionais.

CE – CRIATIVIDADE EMPREENDEDORA

Nessa âncora estão os profissionais com tino para a criação de novos negócios e organizações. Não são pessoas necessariamente com criatividade artística, mas sim com um espírito empreendedor, que querem estabelecer ou reestruturar negócios próprios. Possuem motivação para, desde cedo, iniciar empreendimentos para ganhar dinheiro. Vale ressaltar que o enfoque aqui não é a busca por autonomia e sim pela criação de negócios.

DC – DEDICAÇÃO A UMA CAUSA

Pessoas com essa âncora são orientadas em sua carreira por valores que querem imprimir em seu trabalho. Elas se voltam para os valores e se dedicam a causas, mais do que aos seus talentos e competências. São profissionais que querem, de alguma forma, contribuir para um mundo melhor por meio de seu trabalho.

DP – DESAFIO PURO

Nessa âncora se encaixam profissionais que definem sucesso como a superação de obstáculos impossíveis ou como a capacidade de solucionar problemas insolúveis. São pessoas que necessitam sentir que podem conquistar qualquer coisa. A busca por desafios permeia a carreira da maioria das pessoas, mas para quem é ancorado no desafio puro, é isso o que norteia a sua trajetória – todas as suas decisões profissionais vão sempre ser com o objetivo de superar desafios cada vez maiores.

EV – ESTILO DE VIDA

Muitas vezes interpretam essa âncora como sendo a de pessoas que não dão prioridade a sua carreira. Mas não se trata disso. A questão é que pessoas ancoradas pelo estilo de vida buscam encontrar uma forma de integrar todas as suas necessidades: individuais, de família e de carreira. Podem ser altamente motivadas pelo trabalho, mas entendem que ele deve se integrar a sua vida como um todo. São pessoas que querem, acima de tudo, flexibilidade. Por isso olham mais para a atitude da empresa do que para o programa de trabalho propriamente dito. A diferença para a âncora da autonomia é que elas se adaptam bem ao ambiente organizacional, com suas regras e restrições, mas querem ter opções mais flexíveis de trabalho.

Fonte: SCHEIN, Edgar. Identidade profissional. São Paulo: Nobel, 1996 e KPGM

Tenha em conta que as âncoras de carreira, assim como outras características pessoais, podem mudar ao longo do tempo, por isso é válido você revisitar este e todos os outros testes quando estiver em outra fase da sua vida.

Espero que essa seja mais uma pecinha nesse enorme quebra-cabeças e que logo você esteja cumprindo seu verdadeiro propósito de vida, que é ser você mesmo, inclusive na hora do trabalho (que são a maioria das nossas horas, né?).

Fica aqui uma reflexão final: “Ser você mesmo em um mundo que está constantemente tentando fazer de você outra coisa é a maior realização.” – Ralph Waldo Emerson

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie seu fututo – 914×172