Você Sabe Lidar com Uma Crítica?

27.04.2017

Nos nossos relacionamentos, seja qual for área da vida, estamos sempre expondo nossas opiniões, pensamentos e formas de agir. E, como não poderia deixar de ser, estamos recebendo dos outros suas opiniões, pensamentos e formas de agir também.

Até aí, tudo bem. O problema acontece quando nossas percepções são diferentes das percepções do outro – e isso ocorre na maioria dos casos.

Cada um compreende a realidade de uma forma. Todos nós temos experiências de vida diferentes, o que resulta em distintas percepções da mesma realidade. Com isso, na grande maioria das vezes,  acabamos desenvolvendo, inconscientemente, “papéis” na nossa mente. Nós incorporamos alguns padrões de comportamento nocivos ao nosso empoderamento pessoal.

Um desses papéis, e talvez o mais clássico deles, é o papel da vítima. A vítima é aquela que se recente. Ela se melindra mais facilmente com os acontecimentos externos. É aquela pessoa que costuma levar as coisas para o lado pessoal.

Esse tipo de comportamento não é proposital. Na maioria das vezes, a pessoa nem se apercebe disso. Ela detecta somente os seus efeitos, como sentir-se criticado ou humilhado com frequência, sentir-se “menor” que o outro, demonstrar mais insegurança ou sentir-se menos capaz.

Na realidade, todos nós, em algum nível, temos dificuldades de lidar com as críticas que recebemos – e essa história de dizer que a crítica é construtiva nem sempre passa na goela – mas, quem tem a postura de vítima e não de protagonista da própria vida sente maiores dificuldades e com mais frequência.

Isso porque inconscientemente necessitamos fazer parte de um grupo, sermos aceitos, sermos bem vistos e a necessidade interna de agradar nos faz “aceitar” muita coisa que não concordamos na realidade e acabamos com pena de nós mesmos.

Por isso, se você já identificou que tem o hábito de se comportar como vítima ou não, primeiramente saiba que isso pode mudar. Todo comportamento que temos foi aprendido em um determinado momento. Portanto, ele pode ser desaprendido para que adotemos outro melhor.

Em segundo lugar, críticas podem ser construtivas. Isso acontece se a encaramos somente como um feedback de que o caminho que estamos percorrendo não é o melhor e precisamos mudar a rota, como em um jogo de “cabra-cega” que ficamos dizendo “tá quente”, “tá frio” e, quando está frio, somente quer dizer que o caminho está errado.

Assim, se de alguma maneira a sua forma de reagir às críticas, seja verbalizando ou somente o que fica aí “martelandodentro da sua cabeça”, não te agrada, vamos a um passo-a- passo para mudar isso.

Estratégias para lidar com a crítica:

1) Pense em alguma situação em que você foi criticado, em que sua reação não foi positiva e você gostaria de mudá-la;

2) Aqui você pode contar isso para alguns amigos ou familiares que irão representar a cena, sendo que um vai representar o papel da pessoa que o critica e o outro representará você e você somente observará a cena. Ou, você pode reviver essa cena na sua memória e ver a si mesmo e a outra pessoa que te criticou e observar a ação e reação de cada um como se fosse um narrador da história;

3) Nesse momento, observe qual a intenção positiva que pode haver na crítica;

4) Tire as suas próprias conclusões que podem ser: Você concordar com a crítica; Você concordar parcialmente com a crítica e você não concordar com a crítica;

5) Entre em AÇÃO:  Se você concorda com a crítica – agradeça a pessoa pela atenção com você; Se você concorda parcialmente com a crítica – agradeça pela parte que você concorda e diga o que te desagrada. Lembre-se que no seu desagrado também há uma intenção positiva porque em todo comportamento, segundo a pnl, existe uma intenção positiva; Se você não concorda com a crítica – simplesmente diga que tem opinião diferente a esse respeito.

Toda habilidade para ser adquirida com excelência necessita de AÇÃO e REPETIÇÃO.

Comece a colocar isso em prática na sua vida hoje, tanto com relação aos eventos passados como também nos eventos atuais. Você verá que essa dissociação, esse comportamento de não trazer mais os acontecimentos para o lado pessoal se tornará natural. Você nem precisará lidar com uma crítica porque não se sentirá mais criticado; é somente a opinião do outro.

 

Receba novidades por e-mail CadastroGratuito

Receba em Seu E-mail o Mais Atualizado Conteúdo Sobre Coaching e Desenvolvimento Pessoal do Brasil

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *